Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

O conceito de amizade (mas só se te revelares útil, senão vai bardam*rda...)

19.11.11publicado por Gato Pardo

Tenho um prazer incalculável perante aquilo que designamos de sorriso...

Gosto de sorrir, de ver gente a sorrir, de conseguir sacar um sorriso das profundezas do ser humano (não é dessas profundezas, por aí já é quase obstipação...), daqueles mesmo pepsodent capazes de rivalizar com um qualquer farol.

Tenho um prazer ainda mais incalculável de estar rodeado de pessoas que pensam exactamente da mesma forma que eu.

Tudo isto para chegar a uma pequena questão que me foi colocada hoje...

 

- O que é que tu farias quando tens a plena noção que as pessoas te usam para aumentar o seu bem estar pessoal e nada mais? Que quando tu também tens aqueles dias de cão e ninguém abdica de 2 minutos do seu tempo? É pedir demais?

 

Disse-lhe o que achava mas de uma forma politicamente correcta, levando em conta o contexto que ele me apresentou.

Agora, quero deixar aqui mais umas considerações sobre isto, se me permitem (que remédio têm vocês, que o estaminé é meu...)...

 

A expressão amizade hoje em dia é utilizada de forma tão banal, que se parte do princípio (errado) que as pessoas compreendem verdadeiramente o que ela significa...

Nos tempos actuais, faz-se mais uso da dita do que se desfruta dela...A amizade desinteressada é algo tão raro que devia ser colocada numa redoma com sensores de movimento, lasers e se possível um com um canhão de alto calibre pronto a abater quem dela se aproximasse...

Eu sou um extremista (não islâmico...Sou de São Sebastião da Pedreira...) por natureza e adepto do equilíbrio...

A minha amizade conquista-se, é uma batalha diária que requer dedicação, saber e mais importante, uma pachorra de bradar aos céus...Há quem amaldiçoe o dia que cruzou caminhos comigo, outros que caminham por essas estradas (no passeio...Andar no meio da estrada é estar a pedir para levar uma panada...) lado a lado comigo.

A minha receita é relativamente simples para casos de amigos que são simplesmente sanguessugas de bom astral...

 

- Ir ao circo mais próximo e enfiar essa pessoa no canhão do homem bala, apontar para Timbuktu e mandá-lo com as p*tas...

 

Quando as pessoas retiram mais de nós do que aquilo que estão dispostas a dar, então o equilíbrio está comprometido e de pouco serve calibrar a balança quando ela pende sempre para o mesmo lado.

Wow...Isto hoje parecia um blog a sério...Não pode ser...

Prometo que da próxima vez abordo o caso da gaja brasileira que morreu a ter um orgasmo de 12 minutos com a namorada...

13 comentários

Comentar este post